domingo, 12 de agosto de 2018

Segunda fase da campanha deixará alguns candidatos fora da disputa [0] Comentários | Deixe seu comentário. Passada a primeira fase da campanha, com os nomes de candidatos formalizados pelos partidos, vem aí a primeira seletiva a partir do dia 15, quando a justiça eleitoral começa a analisar as candidaturas para homologar…ou não. E pela própria radiografia de alguns nomes, muitos terão o registro negado. A peneira seletiva deverá deixar de fora da disputa quem tiver no liquidificador da ficha suja, como alguns ex-gestores que ficaram com pendências…

# # # PELO ANDOR DA CARRUAGEM VAI TERMINA SÓ. # # #

Deputado George Soares e prefeito de Assu Gustavo Soares não seguem o PR no apoio a Robinson e se integram à campanha de Fátima Bezerra[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Definido.
Depois de muita conversa com o governador Robinson Faria (PSD), o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) e a senadora Fátima Bezerra (PT), o deputado estadual George Soares, do PR, e o irmão, prefeito de Assu, Gustavo Soares (PR), decidiram apoiar a candidatura de Fátima ao Governo do Rio Grande do Norte.
O PR fechou com Robinson, inclusive indicando o vice Tião Couto.
Porém, o caso de Assu, base de George, é diferente.
No município o governador fechou o apoio do ex-prefeito Ivan Júnior (PSD), principal adversário dos Soares.
Impossibilitados de dividirem o palanque com Ivan, George e Gustavo, e o pai, ex-prefeito Ronaldo Soares, se integram agora à campanha de Fátima.

Ex-prefeito de Canguaretama rompe com o governador Robinson Faria e retira candidatura a deputado estadual[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ex-prefeito de Canguaretama, Wellison Ribeiro, que anunciou candidatura a deputado estadual, cogitou desistir, reafirmou que era candidato…
Desistiu de novo.
Wellison rompeu com o aliado governador Robinson Faria, a quem daria apoio e esperava receber.
O ex-prefeito não se sentiu correspondido.
Rompeu e retirou a candidatura.
Resta saber se irá apoiar algum candidato a governador.
Rio Grande do Norte tem oito cadeiras na Câmara dos Deputados
CORRIDA À CÂMARA CARIMBADA
Nas eleições de 2014, a bancada federal do Rio Grande do Norte sofreu mudança profunda. Dos oito deputados federais, apenas dois renovaram mandatos: Fábio Faria (PSD), filho do governador Robinson Faria (PSD), e Felipe Maia, filho do senador José Agripino Maia (DEM).
A mudança, porém, foi provocada, em grande parte, porque cinco parlamentares não tentaram a reeleição:
Henrique Alves (então PMDB) foi candidato a governador, derrotado por Robinson Faria;
João Maia (PR) foi o candidato a vice-governador na chapa de Henrique Alves; Fátima Bezerra (PT) saiu para se eleger senadora da República; Betinho Rosado (PP) não disputou as eleições porque teve contas reprovadas da época em que foi secretário de Educação no primeiro governo Wilma de Faria.
Paulo Wagner chegou a registrar candidatura, mas não fez campanha e acabou se aposentando na Câmara dos Deputados.
Dessa forma, a única que lutou para se reeleger foi Sandra Rosado (PSB, hoje PSDB), mas acabou na segunda suplência de sua coligação.
A renovação na Câmara, promovida pelas urnas de 2014, na realidade, produziu apenas substituições em considerável parcela. Veja a lista dos seis novatos eleitos:
Walter Alves (MDB) substituiu o primo Henrique Alves;
Zenaide Maia (PR, hoje PHS) entrou na vaga do irmão João Maia; Beto Rosado (PP) substituiu o pai Betinho Rosado.
Os outros eleitos foram: Rafael Motta (Pros, hoje PSB), com a força do pai deputado e então presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta; Rogério Marinho (PSDB), em via alternativa; e Antônio Jácome (PMN, hoje Podemos), com a força do segmento evangélico.
O que aconteceu em 2014 pode se repetir em 2016?
Pouco provável. As nominatas para a Câmara dos Deputados sugerem que os grandes grupos elegerão seus representantes e com forte possibilidade de renovar mandatos da maioria.
Na coligação de 12 partidos em torno do governador Robinson Faria, três deputados federais têm chances de renovação de mandato: Fábio Faria, Rogério Marinho e Rafael Dantas, além do ex-deputado João Maia, que substituirá a irmã Zenaide Maia, que sairá candidata ao Senado.
Na coligação de seis partidos em torno do candidato a governador Carlos Eduardo (PDT), os atuais deputados Walter Alves e Beto Rosado são favoritos, ao lado de José Agripino, que ficará com a vaga do filho Felipe Maia.
O placar de 4 a 3 entre essas duas coligações é o cenário provável, com a última vaga destinada ao PT, que tem dois candidatos disputando a cadeira: Fernando Mineiro e Natália Bonavides.
Essa é a tendência, porém sem descartar alguma alteração, como uma chapa alternativa eleger um deputado federal, mesmo não alcançando o quociente eleitoral, o que será permitido a partir das eleições gerais deste ano.

Carlos Eduardo Alves vai a Macau com Agripino Maia, Kadu Ciarlini e Antônio Jácome[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT) neste sábado em Macau.
Apesar de não ter sido mostrado nas redes sociais do candidato majoritário, o senador José Agripino Maia (DEM), candidato a deputado federal, também fez parte da visita a Macau.
O vice na chapa majoritária, Kadu Ciarlini (PP), e o candidato a senador Antônio Jácome também, como postou Agripino.

Em missa na Cidade da Esperança, Henrique recebe familiares e amigos para lembrar os 97 anos de nascimento do pai Aluízio Alves[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-deputado Henrique Alves foi o anfitrião da missa que celebrou, na noite deste sábado, 11 de agosto, os 97 anos de nascimento do pai Aluízio Alves.
A missa foi na Paróquia Nossa Senhora da Esperança.
Presença do senador Garibaldi Filho, do prefeito de Natal Álvaro Dias com o filho candidato a deputado estadual Adjuto Dias, do deputado Tomba Farias (PSDB), do ex-diretor do DNOC, Elias Fernandes…
Mulher do candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT), a secretária de Política para Mulheres da Prefeitura, Andréa Ramalho Alves, representou o marido na missa do tio Aluízio Alves.
O grande Helias Fernandes

Lucro do Banco do Brasil cresce 22,3% no segundo trimestre

O Banco do Brasil (BB) teve lucro líquido ajustado de R$ 3,2 bilhões no segundo trimestre, uma alta de 22,3% em relação ao segundo trimestre de 2017. Em relação ao primeiro trimestre, houve elevação de 7,1%.
Os dados foram divulgados hoje (9) pela instituição bancária.No primeiro semestre do ano, o lucro foi de R$ 6,3 bilhões, um crescimento de 21,4% em relação ao mesmo período do ano anterior. O BB avalia que o resultado foi influenciado pelo aumento das rendas de tarifas, controle das despesas administrativas e menores provisões de crédito.

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Lava Jato pede cooperação internacional de 55 países Por Robson Pires, emNotas Ao anunciar a devolução de mais R$ 1,034 bilhão aos cofres da Petrobras, a força-tarefa da Operação Lava Jato afirmou já ter feito 523 pedidos de cooperação internacional com outros países, com o objetivo de aprofundar as investigações e recuperar recursos públicos desviados. Atualmente já são 55 países envolvidos nos pedidos de cooperação no âmbito da Lava Jato (ativa ou passiva): Alemanha, Angola, Andorra, Antígua e Barbuda, Argentina, Áustria, Bahamas, Bélgica, Canadá, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Dinamarca, El Salvador, Equador, Espanha, EUA, França, Gibraltar, Grécia, Guatemala, Holanda, Honduras, Hong Kong, Ilha de Man, Ilhas Cayman, Ilhas Virgens Britânicas, Ilha de Jersey, Ilhas de Guernsey, Irlanda, Israel, Itália, Liechtenstein, Luxemburgo, Macau, México, Mônaco, Moçambique, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Peru, Portugal, Porto Rico, Reino Unido, República Dominicana, Rússia, Senegal, Cingapura, Suécia, Suíça, Ucrânia, Uruguai e Venezuela.

HomeSobre Robson PiresContato Quem sabe de mim, sou eu! — Robson Pires 10/ago/2018 Lagoa Salgada (RN): prefeito divide os votos de Zé Dias Por Robson Pires, emNotas O prefeito Osivan Queiroz da cidade de Lagoa Salgada (RN), que sempre recebeu o apoio integral do deputado estadual José Dias em seus pleitos políticos, vai dividir os seus votos nesta eleição de 2018 para Assembléia Legislativa, entre o parlamentar do PSDB e a candidatura de Kleber Rodrigues, filho do alcaide de Monte Alegre, Severino Rodrigues.

Vai votar?

Neste segundo semestre os brasileiros vão às urnas eleger os novos representantes para os cargos de presidente da República, governadores dos estados, dois terços do Senado Federal, deputados federais e deputados estaduais ou distritais.
O primeiro turno das eleições acontece no dia 7 de outubro. Os eleitores podem votar entre as 8h e 17h. Caso haja um segundo turno, a disputa acontece no dia 28 de outubro, nos mesmos horários.

Jorge do RosárioPara Jorge do Rosário, campanha em Mossoró deverá polarizar entre gestão de Rosalba e gestão de Robinson [0] Comentários | Deixe seu comentário. Para o empresário mossoroense Jorge do Rosário (PR), a campanha em Mossoró deverá ser municipalizada, com a escolha de dois vices locais: Kadu Ciarlini (PP), filho da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e vice do candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT), e Tião Couto (PR), vice do governador Robinson Faria (PSD). Com a polarização na cidade, a disputa poderá ficar entre a gestão Rosalba e a gestão Robinson. Jorge disputa uma vaga na Assembleia Legislativa e foi nosso entrevistado no Jornal da Noite, na 95FM.

Segunda fase da campanha deixará alguns candidatos fora da disputa [0] Comentários | Deixe seu comentário. Passada a primeira fase da campanha, com os nomes de candidatos formalizados pelos partidos, vem aí a primeira seletiva a partir do dia 15, quando a justiça eleitoral começa a analisar as candidaturas para homologar…ou não. E pela própria radiografia de alguns nomes, muitos terão o registro negado. A peneira seletiva deverá deixar de fora da disputa quem tiver no liquidificador da ficha suja, como alguns ex-gestores que ficaram com pendências…

Falido como partido, PT tenta a sorte como igreja

Impossibilitado de apresentar o seu candidato no debate presidencial da TV Bandeirantes, o PT decidiu realizar um evento paralelo. Transmitirá no mesmo horário, pela internet, o “Debate com Lula”. O nome não faz jus à iniciativa, pois Lula, preso em Curitiba, não dará as caras. E não haverá um debate, mas uma espécie de culto de adoração à divindade petista.
Em comunicado divulgado na tarde desta quinta-feira, o PT anotou: “Lula prometeu e, enquanto é mantido injustamente como preso político, sua voz segue ecoando por milhões de outras vozes espalhadas por todo o Brasil. E nesta quinta-feira, quem terá a missão de falar em nome do ex-presidente, durante debate transmitido em suas redes sociais, a partir das 22h, será a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann; o porta-voz de Lula, Fernando Haddad; um dos coordenadores do Plano Lula de governo, Sérgio Gabrielli; e Manuela D’Ávila.”
Se o texto do Partido dos Trabalhadores significa alguma coisa, é o seguinte: a legenda não tem medo da morte. Mais: acredita em vida depois da morte. Melhor: a nota passa impressão de que a legenda de Lula já alcançou o paraíso. Após fenecer como partido, o PT ressurge na forma de uma religião. E tenta a sorte como igreja.
Missionários dos novos tempos, Gleisi, Haddad, Gabrielli e até a pecedobê Manuela se dispõem a arrastar as correntes do seu líder messiânico na internet porque são movidos por uma fé de inspiração cristã. O ingrediente da dúvida não faz parte do credo lulista. Seus devotos se alimentam da certeza de que a divindade presa é uma potência moral, que não deve contas senão à sua própria noção de superioridade.
Preso, Lula está em toda parte, menos no debate da TV Bandeirantes. Ali, a lei dos homens não permite que um condenado por corrupção e lavagem de dinheiro se apresente ao eleitorado pagão como um novo Messias.

Num Legislativo enlameado, o pedido de aumento do Judiciário soa como ordem 
8

Josias de Souza

A Lava Jato modificou o padrão estético do Congresso. Uma paisagem que era apenas constrangedora tornou-se patética. Hoje, basta que um parlamentar permaneça de cócoras para ser considerado um homem público de enorme altivez. É esse Legislativo apinhado de pequenas criaturas que irá decidir sobre o pedido de reajuste salarial dos ministros do Supremo —de R$ 33,7 mil para R$ 39,2 mil por mês.
O aumento dos contra-cheques do Supremo descerá pelo organograma como uma cascata, semeando reajustes no topo das folhas salariais da União e dos Estados. Numa conta otimista, o custo será de R$ 4 bilhões. Numa projeção pessimista, não sairá por menos de R$ 5 bilhões. Como verba pública não é dinheiro grátis, alguém pagará. O preço mais alto tende a recair sobre a clientela pobre do Estado, pois não haverá saída senão cortar despesas com a manutenção de serviços públicos.
Na Câmara, dois em cada 10 deputados estão pendurados em processos que aguardam julgamento no Supremo ou em instâncias inferiores do Judiciário. No Senado, 4 em cada 10 senadores estão na mesma situação. Num ambiente tão enlameado, o pedido de amento do Judiciário soa como ordem. Já passou na Câmara, em 2016. Falta o Senado. O presidente poderia vetar. Mas há no freezer do Supremo duas denúncias criminais contra Michel Temer, que também responde a mais dois inquéritos. Ou seja: o bolso do contribuinte nunca esteve tão indefeso.

Seita Suprema!


Carlos Eduardo recebe o apoio do grupo de deputado do PSDB

Carlos Eduardo entre Tomba Faria, a prefeita Fernanda Bezerra e lideranças regionais
O deputado Tomba Faria, do PSDB que está na aliança do governador Robinson Faria (PSD), oficializou o apoio à chapa Carlos Eduardo (PDT)/Kadu Ciarlini (PP) ao Governo do Estado. Ele é um dos quatro parlamentares tucanos que não seguem a orientação do partido.
O anúncio feito na noite desta quinta-feira (10), em Santa Cruz da Inharé, contou com a prefeita Fernanda Bezerra (MDB), esposa do deputado, que s... Leia mais

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Ex-prefeito e ex-secretário de São Miguel são condenados Por Robson Pires, emNotas O Núcleo de Julgamentos de Processos da Meta 4 do TJRN, que julga casos de improbidade administrativa e de corrupção, condenou o ex-prefeito de São Miguel, Dario Vieira de Almeida ao ressarcimento integral do dano apurado, no importe de R$ 2.532.204,28, mais juros e atualização monetária, bem como ao pagamento de multa civil em valor igual ao dano apurado. Ele também foi condenado na proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos ficais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos, além da pena de suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de oito anos. Além do ex-prefeito, também foi condenado ao pagamento de multa civil – R$ 1.005.976,99, o então secretário municipal de Educação, Tarcísio de Souza Rego, assim como com a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos ficais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de cinco anos; além como suspensão dos direitos políticos, pelo prazo de oito.

Senadores reagem à proposta de aumento do salário de ministros do STF Por Robson Pires, emNotas A possibilidade de reajuste de 16,38% no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) repercutiu mal entre senadores nesta quinta-feira (9). Caso o reajuste seja aprovado, o salário dos ministros pode chegar a R$ 39 mil, valor que provocaria efeito cascata nos salários dos Três Poderes, já que o subsídio dos ministros é o valor máximo para pagamento de salários no serviço público

Alucinógenos!

è hoje ele não passa de um corgumelo, de candidato a cabo eleitoral...

Lula já constrói sua ‘candidatura’ a cabo eleitoral O poder de transfusão de votos de Lula será aquilatado pelas próximas pesquisas eleitorais. Em sua última sondagem, divulgada em junho, o Datafolha informara o seguinte: 30% do eleitorado dizia que votaria com certeza em um nome apoiado pelo pajé do PT. Outros 17% afirmavam que talvez votariam. Uma terceira fatia do eleitorado, estimada em 51%, declarava que não votaria num poste de Lula. Além de elevar o índice dos eleitores que se deixam influenciar por Lula, o PT tenta reduzir as taxas de migração de votos do seu líder preso para candidatos de outros partidos. Segundo esse Datafolha de junho, 17% dos eleitores de Lula manifestavam a intenção de votar em Marina Silva se a candidatura do petista fosse barrada. Outros 13% prefeririam Ciro Gomes. Fernando Haddad, o poste de Lula, herdaria apenas 2% do eleitorado do padrinho. Até Jair Bolsonaro beliscaria uma fatia maior do cesto de votos de Lula: 6%.

Guerrilha judicial do PT beira litigância de má-fé

Ora, ora, ora. De fato, há “restrições” à participação de Lula nos debates. Decorrem de uma contingência incontornável: condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, o hipotético candidato está preso. O que desconstrói a democracia é a corrupção. A população tem o direito a um processo eleitoral higienizado. Para assegurar a limpeza, a lei proíbe os condenados de pedir voto. Por tudo isso, vem aí mais uma derrota judicial para a coleção de Lula. O novo infortúnio será seguido de outro recurso, e outro, e mais outro. A guerrilha judicial não se constrange com fracassos. Afinal, quem financia o desperdício de tempo do Judiciário é o contribuinte.

Posto Ipiranga! 


Mossoró tem 36 candidatos oficializados em convenções

Beto e Larissa Rosado são os atuais representantes de Mossoró na Câmara e na Assembleia Legislativa
Nas eleições de 2014, candidatos de todas as regiões do estado ocuparam o colégio eleitoral de Mossoró, o segundo maior do Rio Grande do Norte. Naquele ano, com 165 mil eleitores, a cidade foi importante para completar eleições de políticos que não tinham uma atuação local, em detrimento dos candidatos com origem em Mossoró. O efeito foi devastador.
Mossoró, que tinha dois de... Leia mais

CAMPANHA SUJA
Vai começar a campanha eleitoral, a corrida pelo voto, o trabalho de convencimento para despertar o interesse do eleitor. Os candidatos poderão ocupar as ruas a partir da próxima quinta-feira, 16, distribuir material publicitário, realizar o corpo a corpo, pedir o voto.
Por essas bandas de Poti, o corre-corre começou, e os primeiros sinais apontam que teremos uma campanha movida a golpes abai... Leia mais

Tribunal de Contas determina que Governo do Estado suspenda antecipação de royalties Por Robson Pires, emNotas O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) determinou de forma cautelar que o governador Robinson Faria se abstenha de realizar qualquer ato administrativo que implique em operação de crédito com antecipação de receitas de royalties. Caso já tenha sido editado qualquer ato administrativo com esse conteúdo, os seus efeitos ficam suspensos. Segundo o voto do relator, conselheiro Francisco Potiguar Cavalcanti Júnior – que foi acatado pelos demais conselheiros na sessão do Pleno desta quinta-feira (09), com exceção do conselheiro Paulo Roberto Chaves Alves, que alegou suspeição – o Governo não poderá “realizar qualquer ato administrativo destinado à contratação de operação de crédito que dê em garantia créditos decorrentes do direito do Estado do Rio Grande do Norte de participação governamental obrigatória, na modalidade de royalties, ou que importe em antecipação dos créditos decorrentes deste direito” . De acordo com o voto, as cessões de créditos oriundos de royalties, regulamentadas pelo Senado Federal, só são permitidas para a capitalização de fundos de previdência e amortização de dívida com a União. A Lei Ordinária Estadual nº 10.371, que autoriza a antecipação, aponta que os “créditos cedidos serão destinados para a capitalização do fundo de previdência”. Contudo, no caso do Rio Grande do Norte, o regime de previdência não funciona mais por capitalização – desde a edição da Lei Complementar Estadual nº 526/2014, que extinguiu o fundo de capitalização e criou o Fundo Financeiro do Estado do Rio Grande do Norte. O FUNFIRN é “estruturado em regime de repartição simples, para fins de pagamento da folha corrente de inativos, o que implica, na prática, em pagamento de pessoal”. “Vislumbro, pois, a fumaça do bom direito, ante a constatação da utilização da antecipação de recursos para o pagamento de despesa corrente, em afronta à Resolução nº 043/2011 do Senado Federal; bem como o perigo da demora, pelo comprometimento futuro do orçamento estadual, além da dificuldade em se fazer a recomposição dos recursos oriundos dos royalties, porventura utilizados”, aponta o relator. Foi fixada multa pessoal e diária no valor de R$ 500 ao governador do Estado, Robinson Faria, em caso de descumprimento das determinações da Corte de Contas. O gestor terá de comprovar nos autos o cumprimento das medidas.

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

       Chumbo Gordo.com.br

Lula está preso desde o dia 7 de abril
O VENTO SABE A RESPOSTA
Tudo muito simples: o PT lançou Lula, sabendo que não pode ser candidato, e pôs Haddad de vice, mas para ser candidato a presidente. O PCdoB retirou a candidatura de Manuela d’Ávila à presidência e nada lhe deu em troca, mas ela sabe que será a vice de Haddad que é o vice de Lula.
Ciro namorou o Centrão mas pôs na vice uma esquerdista que, até há pouco, era ruralista e conservadora das que não comem tomate porque é vermelho. Boulos é candidato do PSOL mas apoia Lula que não pode ser candidato mas finge que é. Alckmin afirma que sabe poupar, e é verdade: sobrou-lhe o suficiente para conquistar o apoio do melhor bloco que o dinheiro pode comprar.
Alckmin corre um risco: escolheu uma vice melhor do que ele. Ana Amélia é, de verdade, tudo aquilo que Alckmin diz que é.
E temos um caso curiosíssimo: pelo PMDB, maior partido do país, com apoio do presidente da República, há Henrique Meirelles, o candidato que é sem nunca ter sido. Meirelles tem dinheiro, pode pagar sua campanha, e isso é suficiente para explicar como chegou a candidato. Mas Meirelles não tem sorte: o presidente que o apoia é menos popular até do que Dilma, os caciques do maior partido do país foram cada um para seu lado, cuidar de seus superiores interesses, e a economia, que corria nos trilhos, desandou de tanto que foi ordenhada para alimentar um Congresso faminto, que queria devorar um presidente. Meirelles tem hoje só seu carisma – e é zero.

Hoje quem paga...
Há, no total, 16 candidatos à Presidência, já descontado Lula, que finge que é mas não é, e acrescido Haddad, que é candidato a vice mas vai mesmo é sair no comando da chapa. Desses, três têm chances: Bolsonaro, o líder nas pesquisas (mas que tem pouquíssimo tempo de TV), Alckmin, que montou uma grande coligação e fica com quase metade do tempo total de TV, e Haddad, por ser o candidato de Lula. Os outros estão é brincando de candidatos.
Eles podem: dinheiro é o que não falta. O nosso dinheiro.

Folha de S. Paulo mostra os ‘caciques arranhados’ das eleições do RN[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha de S. Paulo:

ELEIÇÕES 2018
‘Lula livre’ e caciques arranhados por investigações marcam eleição no RN
Lava Jato desgastou lideranças no estado, onde corrida ao governo é liderada por senadora do PT

Joelmir Tavares
NATAL
Até os ventos mais fortes que amenizam o calor na capital do Rio Grande do Norte nesta época do ano sabem que poucas famílias dominam a política no estado, que sobrenomes se revezam a cada eleição e que velhos conhecidos pulam de cargo em cargo.
Mas os ventos nesta eleição estão soprando em outras direções. Atingidas pela Lava Jato, lideranças locais se viram fragilizadas. A reorganização de forças colocou à frente das pesquisas para o governo estadual uma candidata do pt
Empunhando a bandeira “Lula livre”, a senadora Fátima Bezerra rivaliza com o atual governador, Robinson Faria (PSD), e com Carlos Eduardo (PDT), que é da oligarquia Alves, mas fez carreira independente e já chegou a ficar rompido com os parentes.

Adversários dela cobram propostas para o estado e a acusam de fiar sua campanha só na defesa do ex-presidente.
“Ela tem pesquisa mostrando que o Lula vence aqui, então é um marketing”, diz Carlos Eduardo, que é primo do senador Garibaldi Alves e do ex-ministro e ex-presidente da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Alves (ambos do MDB e seus apoiadores).
“Respondo a isso dizendo que nossa candidatura é a que já avançou no debate programático”, afirma Fátima.
O atual governador, que não atendeu aos pedidos de entrevista da Folha, está desgastado pela crise financeira do estado, com salários atrasados –a maior parte dos servidores não recebeu o 13º de 2017.
O reequilíbrio das contas públicas é promessa de campanha dos outros candidatos.
“O estado está sem capacidade nenhuma de investimento”, diz Fátima, de terninho vermelho, durante entrevista na sede estadual do PCdoB, partido de seu vice.
A senadora subiu no palanque de Faria em 2014, mas se retirou do governo em 2015, em meio ao processo de impeachment de Dilma Rousseff.
Entrou para o anedotário político local o episódio em que o governador se negou a atender uma ligação de Lula quando Dilma estava na mira.
Além de se afastar de Fátima, Faria está rompido com seu vice, Fábio Dantas (PSB), que ensaiou disputar a sucessão estadual. Sem o apoio de sua sigla, Dantas desistiu, mas manteve a temperatura alta.
Ao anunciar a retirada da candidatura, disse que grande parte da classe política ao seu redor “luta para perpetuar as velhas práticas, o tráfico de influência, o uso desmascarado da máquina pública”.
Além dos Alves, os clãs Maia, Rosado e Faria disputam os espaços de poder no estado há pelo menos cinco décadas. É comum que lideranças dessas famílias articulem também a eleição de filhos e cônjuges.
Outra mudança na atmosfera potiguar em 2018 veio com as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público.
A começar pelo governador, denunciado no ano passado pela Procuradoria-Geral da República sob suspeita de obstrução de Justiça em uma investigação sobre fraudes na Assembleia Legislativa.
Deputado de 1987 a 2010, ele é alvo de apuração sobre funcionários fantasmas na Casa, mas nega envolvimento.
A Lava Jato, em diferentes graus, pegou políticos como Garibaldi Alves, que tenta se reeleger senador, e Fátima Bezerra. Citados em delações sob suspeita de recebimento ilegal de doações, os dois contestam os relatos. Garibaldi foi denunciado no STF (Supremo Tribunal Federal).
Outro afetado, o senador Agripino Maia (DEM) – com mandato ininterrupto desde 1995— desistiu de concorrer à reeleição. Ele diz que o recuo não tem a ver com o fato de em junho ter virado réu no STF pela segunda vez, ligado a negociações de propina.
“Estou absolutamente tranquilo”, afirma o senador, que tentará ser deputado federal.
Cacique do MDB no estado, Henrique Alves foi o mais afetado pela onda de escândalos.
Implicado por delatores da Odebrecht, ele ficou na prisão por 12 meses (o último deles na domiciliar) por suspeita de envolvimento em desvios nas obras da Arena das Dunas, o estádio da Copa em Natal.
Libertado em julho, se dedica à sua defesa e descarta voltar agora à política.
Da porta do Palácio de Despachos se vê a grandiosa arena, que fica no mesmo terreno do centro administrativo estadual. No estacionamento, um circo está montado.

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Raquel Dodge Pediu A Suspensão Do Sistema De Previdência Especial Para Deputados E Senadores.
A PGR se manifestou em uma ação que questiona o sistema, informa o repórter Daniel Adjuto, do SBT. Para Dodge, os parlamentares não podem ter regime previdenciário diferente daquele dos demais cidadãos. “Os princípios republicano e da igualdade exigem que, ao final do exercício de cargo eletivo, seus ex-ocupantes sejam tratados como os demais cidadãos, sem que haja razão para benefícios decorrentes de situação pretérita, muito menos de forma vitalícia”, escreveu


Delação De Palocci Vai Acabar De Afundar Lula E Pelo Que Tudo Indica, Levar Dilma Para Curitiba
Palocci vai afundar ainda mais o condenado. Claro que os jumentos encantados vão continuar afirmando que não há provas, pois não há recibo, mas os juízes não são burros. Diz O Globo:

“No PT, teme-se por fatos (realmente) novos. Principalmente, na delação do ex-ministro”.
Os petistas estão mais perdidos do que bêbado no meio de tiroteio!

De dentro do presídio, Lula monta chapa, destrói candidaturas e tenta enquadrar emissora de TV[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Coisas do nosso Brasil varonil…
Uma candidatura à presidência da República sendo discutida em um presídio da Polícia Federal.
O ex-presidente Lula – que teve o nome aprovado pelo PT para ser candidato, mas ainda aguarda posição da justiça eleitoral – está preso ou hospedado em Curitiba?
A impressão que dá é que está hospedado.
Lula define chapas, e articulou o isolamento do presidenciável Ciro Gomes ao ponto do candidato do PDT não conseguir agregar um vice de outro partido e ser obrigado a fechar uma chapa puro-sangue.
De dentro do presídio, dá as cartas em outros partidos também como o PCdoB, que lançou Manuela D’Ávila, mas acabou retirando a candidatura e deixando a ex-presidenciável na fila do plano B.
Hoje o candidato do PT é Lula e o vice o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, também do PT, numa chapa puro-sangue.
Mas, em não conseguindo ser o candidato, caso a justiça eleitoral “tenha coragem” de confirmar sua inelegibilidade, o candidato a presidente será Haddad e Manuela D’Ávila entrará como vice.
Com a faca, o queijo e o poder nas mãos, mesmo de dentro da sede da Polícia Federal, Lula articula até para que a Band, que na quinta-feira fará o 1º debate com os presidenciáveis, se renda como fizeram o PDT e o PCdoB, e guarde a cadeira de Lula.
Ou seja: deixe a cadeira vazia com o nome de Lula.
Ou já coloque no lugar o B-Haddad.
Resta saber se Band vai cair nessa também…

Não se esqueçam do PT nas eleições…!!!
O SATANISMO DO PT, AFORA O ABORTO, CASAMENTO GUEI, FIM DA FAMÍLIA TRADICIONAL E DISTANCIAMENTO DE DEUS...

E estamos conversados…!


Por Robson Pires, em

Lula preso e com a candidatura impugnada.
E acabou a conversa!

Convenções oficializam sete chapas para o Governo do RN

Nas eleições serão eleitos presidente, governadores, vice-governadores, senados e deputados estadual e federal
Fim do prazo para realização das convenções partidárias, neste domingo (5), no Rio Grande do Norte foram oficializadas as setes chapas que concorrerão ao Governo do Estado.
As chapas são:
Governador e candidato à reeleição Robinson Faria (PSD)/Tião da Prest (PR);
Ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo (PDT)/Kadu Ciarlini (PP);
Senadora Fátima Bezerra (PT)/Anteno... Leia mais

Quixotesco! 

Ações de Lula levam à vitrine a ficha suja de Lula
A sabedoria popular ensina: quem tem calos não deve se meter em apertos. Com a inelegibilidade latejando, Lula pediu ao Supremo que abrisse sua cela, para que ele pudesse mergulhar na campanha.
O feitiço acabou enfeitiçado no plenário da Suprema Corte, que cogitava não só manter Lula na tranca como carimbar sua ficha suja. Espremido, Lula solicitou ao Supremo que esqueça sua petição.
Na véspera, com receio de violar regras do TSE, Lula fora obrigado a colocar seu poste na rua. Com dez dias de antecedência, converteu Fernando Haddad em número dois de sua chapa, acomodando Manuela D’Ávila no banco de reserva.
Lula promoveu o strip-tease de sua suposta candidatura em apenas dois movimentos. Num, reconheceu a indigência jurídica do seu plano ao fugir do supremo veredicto sobre sua inelegibilidade. Noutro, deu à luz a chapa Haddad—Manuela.
Com tanta desenvoltura, Lula acabou transportando sua ficha suja do fundo da loja do PT para a vitrine. Foi como se o estrategista do bunker carcerário desejasse criar um novo brocardo: nunca deixe para amanhã o que você pode deixar hoje.
O PT mantém a intenção de registrar a candidatura de Lula no Tribunal Superior Eleitoral na data-limite: 15 de agosto. Mas Lula, desde logo, vai se despindo da condição de candidato para assumir novamente o papel de levantador de postes.

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Pós-budismo!

Gleisi é uma pândega Por Robson Pires, emNotas Ontem de madrugada, depois do desespero para manter o PCdoB na órbita do PT, Gleisi Hoffmann disse o seguinte: “Discutimos uma estratégia de participação em que, até a regularização da situação judicial (de Lula), a vocalização da campanha do presidente Lula seria feita através de um companheiro do PT. Então, decidimos conjuntamente, PT e PCdoB, de colocar neste momento como candidato a vice-presidente da República o companheiro Fernando Haddad para fazer a representação do presidente até tão longo se estabilize a situação do presidente Lula. A partir de amanhã, já iniciamos a pré-campanha com Haddad e Manuela saindo pelo Brasil.”

# # # - CRÔNICA DE DANIEL. - # # #

A milenar luta entre o vencido e o vencedor, vou começa por uma frase Biblica, "A sabedoria do pobre é ignorada, (Eclesiástico). Embora esteja sempre a serviço do abastado, a mão de obra do humilde não justifica seu salário, o rico paga como lhe convém, em tudo na vida pagamos um preço a Deus ou ao inimigo, isso é fruto da nossa escolha, somos facilmente enagados pela aparência, mais há um ditado que diz, nem tudo que brilha é ouro?  o ser humano é igual em se falando da matéria, mais únicos,  na fabrica de Deus não há duplicidade, literalmente pesamos ser o mais importante, mais não somos sozinhos, não somos unicientes nem unipresente, precisamos de alguém para nos representar, não cabe só a mim os louros, os onus também, o acumular riquezas que não nos leva a gloria de Deus mais parece uma incensatez do que a melhor escolha, alçar os mais autos lugares é uma prerrogativa de todos, o egoísmo uma fabrica de incensatez, o orgulho a marca da destruição, e o motivo das grandes quedas e ruínas, navegamos num barca sem ancoradouro e sem a certeza que seremos vitoriosos a luta é entre duas partes ou mais, o sucesso depende da soma e não da subtração, para se alcansar as vitórias algo muito importante é a humildade e o respeito as minorias, geralmente as pessoas julgam, mais não se submete a está no lugar de quem julga, que na verdade deve ser a justiça por ser reto diante da Lei de Deus, não tenho faro jornalistico, tenho sede de justiça, mas no sermão da montanha JESUS nos diz que seremos saciados, escrevo estas humilde crônica com a certeza de que sou livre faço a minha parte, mais não me submeto a certos constragimentos, procuro fazer-me entender que a liberdade não tem preço, entre ser escravo e morrer é preferível morrer. . . # # #   

Saiba quem são os 13 candidatos a presidente do Brasil
Eleitores de todo o Brasil vão votar para eleger o futuro presidente
Com a convenção do PPL, que lançou, neste domingo (5), a candidatura de João Goulart Filho à Presidência da República, são 14 os postulantes ao cargo de presidente da República. Há informações sobre a possiblidade de a candidata do PCdo B, Manuela D'Ávila, desistir de concorrer. Caso isso se confirme, haverá 13 candidatos à eleição para presidente da Re... Leia mais

Os candidatos de Mossoró Por Robson Pires, emNotas Fafá Rosado, Jorge do Rosário e Larissa Rosado são os três nomes para deputado estadual pras bandas de Mossoró. Tem mais?

Martins (RN) recebe último encontro regional do TCE voltado para ordem cronológica de pagamentos

O município de Martins (RN) recebe nos dias 8 e 9 de agosto o último dos encontros regionais para orientação de gestores sobre a ordem cronológica de pagamento deste ano. O evento, promovido pela Escola de Contas do TCE-RN, vai reunir representantes de mais de 30 cidades da região do Alto Oeste potiguar.
O encontro é o último de 2018 voltado para orientação de gestores sobre a ordem cronológica de pagamento e vai reunir representantes de mais de 30 cidades da região do Alto Oeste potiguar. Já foram realizados nos municípios-pólos de Parnamirim, Santa Cruz e Mossoró.
Com o tema “Execução da despesa pública orçamentária e financeira sob a ótica da ordem cronológica de pagamentos”, o evento vai contar com palestras e exposições participadas, apresentação da cartilha ‘Conhecendo o TCE’, que traz informações sobre estrutura, orçamento, e resultados da atuação do TCE-RN,  e informações sobre atuação e controle externo, orientação e debates.
Devem participar do evento prefeitos e presidentes de câmaras dos municípios de cada pólo e seus assessores (preferencialmente servidores que atuem na área orçamentária e financeira). Em Martins, o encontro acontece no Chalé dos Ingás, na rua Trinta e Um de Marco, Camboa, 176.
Ordem cronológica
A observância da ordem cronológica de pagamentos nos contratos firmados no âmbito das unidades jurisdicionadas do TCE/RN foi definida por Resolução aprovada em novembro de 2016.
Com a regulamentação, os gestores públicos deverão realizar os pagamentos relativos ao fornecimento de bens e serviços respeitando a “estrita ordem cronológica de exigibilidade do crédito decorrente do cumprimento de obrigação executada de acordo com a lei e com o instrumento contratual”.
A regra combate a violação aos princípios da impessoalidade e da moralidade, uma vez que retira do gestor a possibilidade de escolher quem será beneficiado com os pagamentos e de estabelecer privilégios em detrimento deste ou daquele credor.

domingo, 5 de agosto de 2018

Jácome deverá ser candidato Por Robson Pires, emNotas O deputado estadual Jacó Jácome teve uma boa conversa com o deputado federal Fábio Faria. É possível que o PSD libere a legenda para que ele seja candidato à reeleição, mesmo que vote no adversário do seu pai e candidato a governador, Robinson Faria.

Protesto contra o governador em convenção do PSD

Protesto contra o governador em convenção do PSD

Moro escancara podridão do sistema político: 'Por que esses partidos não expulsam quem se envolveu em corrupção?'

O juiz federal Sérgio Moro foi direto ao ponto ao falar sobre a podridão do sistema político partidário brasileiro. O magistrado questionou o fato dos partidos do país tentarem blindar seus integrantes envolvidos em esquemas de corrupção, ao invés de puni-los. “Tudo depende do poder público. Por que esses partidos não instauram apurações internas e expulsam os seus membros que se envolveram em corrupção?” questionou Sérgio Moro durante sua participação no evento promovido pelo Observatório Social, em CuriO magistrado ensinou que é bem simples expurgar as laranjas podres da vida pública e que esta tarefa não exige nenhum processo complexo:  “Pode ser feito no âmbito do Congresso, no âmbito da Comissão de Ética.tiba O trabalho realizado pela Operação Lava Jato facilitou em muito a identificação de políticos corruptos de cada partido e defendeu que as legendas promovam apurações internas, assim como a Comissão de Ética do Congresso, que pode perfeitamente adotar medidas severas contra parlamentares que pegaram propinas no esquema Petrobrás.

Moro salientou que 'a presunção de inocência vale para o processo penal' para justificar a adoção de medidas mais urgentes contra denunciados em esquemas de corrupção. O magistrado lembrou que no âmbito da administração publica e da atividade parlamentar, onde são cometidos crimes contra os cofres públicos, é possível adotar posturas mais rígidas, como ocorre em empresas privadas:  “Dentro de uma empresa, tem presente que seu empregado está roubando, você, normalmente, não espera o trânsito em julgado da decisão judicial para tomar uma decisão. Faz apuração no âmbito interno. A presunção de inocência vale para o processo penal.”

O PT já teve mais de 40 integrantes envolvidos em esquemas de corrupção na Petrobras e teve ex-ministros e ex-tesoureiros condenados e presos, mas nenhum sofreu qualquer tipo de punição. Criminosos como José Dirceu e João Vaccari Neto são na verdade tratados como heróis pelos integrantes do partido, incluindo os ex-presidentes Lula e Dilma. É público que praticamente todos no partido se elegeram com dinheiro roubado da Petrobras, conforme relatos e provas fornecidas peo empreiteiros corruptos que se beneficiaram dos esquemas criminosos implantados pelo PT no Palácio do Planalto durante mais de 13 anos.

No caso do ex-presidente Lula, a situação é ainda mais indecente. Réu em cinco ações penais e alvo de outros tantos inquéritos criminais onde é apontado pela prática de crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa, o petista ainda é reconhecido como a principal liderança do partido e ainda fala em ser candidato à Presidência da República. No caso do PT, trata-se de uma verdadeira organização criminosa com registro oficial e válido de partido no Tribunal Superior Eleitoral. segunda-feira, 8.